quinta-feira, novembro 10, 2011

Não paro mais nem um minuto!

Desde 2007 eu dou aulas de Inglês. Comecei como English teacher para as crianças e em Janeiro de 2008 já dava aulas para adultos, adolescentes e, claro, crianças. Te falo que dar aulas foi uma experiencia muito boa! Cresci muito e aprendi demais (Dizem que quem ensina,aprende duas vezes, pois bem, te falo que aprendi mais que isso). E ainda te digo que estava numa situação até que cômoda...Eu fazia meus horários, ganhava um dinheiro até que legal (assim, não ganhava rios de dinheiro,nem tinha renda fixa,mas pagava todas as minhas contas). Contudo, chega uma hora na sua vida que você se sente...vazio. Incompleto ou pelo menos, saca que não é aquilo que você quer fazer pro resto da sua vida..E foi assim com as aulas de Inglês. Depois de 3 anos (Quase 4) eu tinha decidido sair da minha zona de conforto e resolvi quebrar a cara! Como? Com fotografia, oras! Afinal, eu estava fazendo curso disso!
Não foi uma decisão fácil, ainda mais pra mim que sou super preocupada com o quesito de "pagar contas", principalmente, o Senac! Eu sabia que se eu saísse da escola, eu ficaria sem nem um centavo (e pedir ajuda pra minha família jamais! Tinha saído dessa vida tinha um tempo), mas ainda sim, eu precisava parar de dar aulas; Aquilo estava me matando por dentro e eu não sentia mais prazer em sala, então, porque continuar? Bolei um plano, entitulado de: "Quebrar a cara em 2011". Foi com frio na barriga e dor no bolso que falei para as coordenadoras que iria ter apenas 4 turmas (Das 13 que tinha,mais alunos particulares) e, que essas 4 seriam suficiente para pagar a mensalidade do curso. E apenas ela. O resto, eu teria que me virar.
É engraçado como o Universo conspira a teu favor, quando você está aberto a opções, claro! Em Dezembro mesmo conheci uma fotógrafa que me indicou para uma produtora de foto e vídeo e na mesma semana fui lá conversar com o dono, que me propos começar a fotografar casamentos e festas de debutantes, como estagiária e dependendo do meu desempenho, iria para segunda fotógrafa e depois para primeira.
E foi aí que meu plano de "Quebrar a cara" começava a tomar forma! Ele consistia em eu ganha a vida com fotografia, apesar de muita gente achar que não era possível,eu resolvi fazer isso (afinal, otimismo é uma coisa que não me falta!). E assim foi!
Fui cheia de medo, dia 29 de Janeiro de 2011 fotografar o meu primeiro casamento. Nunca pensei que um casamento fosse tão complexo e cheio de roteiros...Mas era só meu primeiro casamento! Depois dele, fiz muitos outros, além de debutantes e aniversários infantis. Hoje, sou uma segunda fotografa, com cara de primeira, só porque não tenho duas câmeras (ainda), mas assim que tiver, me aguardem! rs


Esclarecendo os fatos:

Mas que diabos é um primeiro e um segundo fotografo? Bem, quando você decido fazer um evento (seja ele festa, casamento, por exemplo) você pode contratar um ou dois ou mais fotografos para registrá-lo, correto? Só depende do seu bolso!rs. A diferença em um e outro é nas funções que cada um vai realizar no decorrer do evento. Tomemos por exemplo um casamento: se são dois fotografos, UM fica responsável pelos noivos e o outro fica responsável por fazer um geral. Quando é na hora da cerimonia, os dois tem que trabalhar igual e quando é na hora da recepção, o primeiro fotografo é quem tira as fotos na mesa do bolo - sabe, aquelas tradicionais de brindes, com os pais e padrinhos - e enquanto isso, o segundo tira foto dos detalhes da mesa e dos convidados. Depois que acaba essa parte, os dois fotografos ficam livres para fotografar o que quiserem e tem o mesmo peso de responsabilidade.
Eis aí a diferença de um pro outro :)


Fatos esclarecidos.



Como os eventos estavam fluindo bem e eu também comecei a ganhar com eles, decidi parar de dar aulas, definitivamente em Julho. E parei, sem medo de ser feliz! Foi quando tudo começou a fluir!
De Julho pra cá, eu já quase fui trabalhar em um Cruzeiro, tirando fotos pelo mundo afora, já fotografei muito evento, comecei a formar uma equipe de fotógrafos amigos, que junto comigo estamos pegando eventos nós mesmos! (Jack Venancio Fotografia, a seu dispor, fazemos books e eventos - por hora,a idéia é aumentar mais os serviços!)
E agora, em Outubro, comecei a trablhar numa faculdade, sendo a técnica e responsável pelo estúdio e laboratório de fotografia da instituição.

Te falo que tenho planos e mais planos e nunca pensei que pudesse chegar até aqui! E esse "até aqui" é com orgulho que digo! Para alguém que começou um curso técnico, morrendo de medo de tudo der errado e pra ter que voltar atrás... Me saí bem!
Ainda não sei o que fazer de faculdade,nem quando também; O que sei é que por hora, quero fazer mais alguns cursos de fotografia, como fotografia culinária, fotografia publicitária, esse tipo de coisa e, também, poder executar umas idéias que tive e treinar umas coisinhas que aprendi.

Tudo o que me aconteceu não foi assim, lindoooo, foi muito estressante e desgastante. O ano de 2011 foi assim. Acho que aquilo de ser o ano do tigre ( me disseram que ano do tigre é punk) é verídico! Esse ano foi puxado.
Mas, eu o encerro otimista e cheia de esperança (boba,eu sei)

=*

Obs.: Eu escrevo demais!

1 comentários:

Roseli disse...

Jack fico muitocontente em ler essa sua narrativa pois pude acompanhar mais de perto. É isso menina, você está no caminho certo pois está pagando pra ver e as coisas acabam acontecendo mesmo. Águas paradas não fazemnada acontecer apesar de ser uma doce zona de conforto. No entanto, são as águas turbulentas que te movem e te faz seguir pra frente. Parabéns pelas conquistas. E que venham mais. Muito mais!
Bjs

Postar um comentário